domingo, 13 de fevereiro de 2011

O glaciar Exploradores - 27/04/2009


Continuando com o dia 27. A segunda visita programada para a nossa estada em Puerto Rio Tranquilo era o glaciar Exploradores. Eu diria que esta é uma geleira pouco conhecida, mesmo por aqueles que se aventuram em viagens pela Carretera Austral. Eu particularmente só fiquei sabendo de sua existência por acaso, ao ler uma brevíssima informação postada num relato de viagem. Mas a valiosa informação ficou na minha memória e inclui a visita ao glaciar entre os nossos interesses na região.
Depois da visita às Capillas del Marmol voltamos até a cabana onde estávamos instalados, fizemos uma breve pausa e logo em seguida tocamos na direção da estrada que leva ao glaciar. Fomos todos na Camioneta Amarilla, deixando o Tracker Chumbo no descanso, pois o passeio seria de ida e volta, já que teríamos outro pernoite em Puerto Tranquilo.
A estrada que leva até o glaciar exploradores tem uns 50 quilômetros de extensão, constituindo-se numa derivação da Carretera Austral. O trajeto é simplesmente belíssimo. O dia estava lindo, apenas com algumas nuvens para enfeitar o céu, e um sol agradável para aquecer e iluminar toda aquele paisagem. Ao longo do caminho avistamos lindos bosques de floresta temperada nas enconstas e dos topos das montanhas pendiam glaciares absurdamente fantásticos. Paramos várias e várias vezes para apreciar aquela paisagem sublime e também para fotografar o lindo cenário.
Fomos seguindo pela estrada até que próximo do quilômetro 50 chegamos num estacionamento sinalizado. Naquele local descobrimos que existe um refúgio de uma operadora de turismo de aventura, a El Puesto Expediciones, que promove caminhadas sobre o glaciar, trekking e canoagem pelos lagos locais. Fiquei louco de vontade de fazer uma caminhada sobre o glaciar, mas o tempo disponível não permitiria mais essa aventura. Esse é o tipo de lugar que sempre fica na memória e aquele pensamento de que se quer voltar algum dia!
Estacionamos a pick-up e começamos a percorrer um sendero explicativo no interior de um bosque, com placas identificando as principais árvores que compunham aquela deslumbrante vegetação. Aliás, sobre este tema, vegetação, recomendo que leiam também os posts "Desvendando o mistério das árvores mortas" e Conhecendo 5 biomas argentinos. Fomos seguindo pelo sendero até o bosque ficar ralo e começamos uma subida por um enconsta rochosa que nos conduziria até o topo de uma elevação. Chegando ao alto encontramos um mirante no qual ficamos por um longo tempo apreciando a vista maravilhosa do glaciar Exploradores! Meu único lamento foi não poder ficar mais tempo nessa região. E o resto eu deixo que as fotos contem por sí próprias. Bom proveito!













Este vale glaciar está, lamentavelmente, ameaçado pela construção de uma grande represa.
Leia mais a respeito no post Patagonia sin represas.




2 comentários:

Carla e Élio disse...

Oi Evandro!
Gosto é gosto e não se discute mesmo... Eu odiei o Glaciar Exploradores... Vai ver porque quando fui estava chovendo e nublado... Veja meu relato desse dia
http://expedicaoandandoporai.blogspot.com/search/label/GLACIAR%20EXPLORADORES
Bjs e Boas Viagens!

Evandro Colares disse...

Que lástima, Carla! Se as condições meteorológicas não colaboram fica bastante complicado. Mas faz parte das situações vividas nos passeios ao ar livre! E como tudo na natureza é dinâmico, espero que tu encontres melhores condições em outra oportunidade! Abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...