sábado, 2 de outubro de 2010

Expedição Inti & Killa - Décimo-segundo dia de viagem - 15/09/2010

Depois das ótimas visitas que fizemos aos sítios arqueológicos do Vale Sagrado no dia anterior, era dia de deslocamento para o vilarejo de Águas Calientes, a porta de entrada para as ruínas da cidade de Machu Picchu. Só para recordar a nossa programação anterior, havíamos feito um dia de City Tour em Cusco e um dia de visita ao Vale Sagrado. 
Aqui cabe deixar umas dicas. Quem desejar fazer a visita às ruínas do Vale Sagrado e, no mesmo dia, embarcar no trem em Ollantaytambo até Águas Calientes, passar a noite no vilarejo e, no dia seguinte, fazer a visita em Machu Picchu, pode fazê-lo tranquilamente. Assim é possível ecomizar um dia de viagem nos passeios da região. Também é possível, num único dia, tomar o trem em Cusco até Águas Calientes, visitar Machu Picchu e retornar para Cusco ao final do dia. Porém, a viagem de trem dura várias horas e o tempo disponível para visitar as ruínas fica muito curto. Na minha opinião o ideal é ter um dia completo para visitar Machu Picchu. Inclusive, essa dica foi dos amigos Sandro e Jacque que já tinham visitado o Perú.
Pois bem, em Cusco tomamos uma van de transporte local até Ollantaytambo e seguimos até a estação de trens. Nossa composição partia por volta de 14:00 e havia um check-in trinta minutos antes do embarque. Fizemos um lindo passeio, tranquilo, de belas paisagens, com duração de uma hora e meia até Águas Calientes. Chegando em nosso destino, e depois de instalados no Hostal Muyurina, gastamos o final  da tarde caminhando pelas estreitas ruelas do vilarejo. Vimos vários caminhantes, com suas mochilas pesadas, caras cansadas, porém alegres, que chegavam dos longos dias de trilha inca, suponho. Finalizamos a tarde com um bom banho nas águas termais do pueblo.





3 comentários:

Ana do Chá e Viagens disse...

Oiê, são tantas as informações que precisamos, felizes de nós que somos Blogueiros não é?
Como é bom ter e poder compartilhar tmbém idéias e dicas de viagem para quem tem os mesmos interesses.
Acabei de ver a indicação do Hostel em águas Calientes, mais uma ajudinha(rs), qual o valor da diária?
Pretendo pegar o trem dormir em Á.C e cedinho aproveitar o dia em MP.

Evandro Colares disse...

Oi, Ana! O legal do blog é essa interação e o compartilhamento de interesses. Nem sempre temos amigos próximos que estejam na mesma "sintonia", então aqui no ambiente virtual é possível expandir esses horizontes. Bem, sobre o hostel, a diária ficou em 30 dólares. É um hotel simples e para dormir uma noite apenas serviu bem. Fizemos a reserva com a agência Mistical Palt, a qual mencionei nos outros posts. Qualquer dúvida, "prenda o grito", hehehe!!! Abraço!

Henrique disse...

Realmente Aguas Calientes é incrível, como pode um lugar tão pequeno ter uma vida tão intensa?
Quando chegamos a Aguas Calientes, acredito que era aniversário do lugar, haviam muitas pessoas na praça central assitindo a um festival de danças e música.
No retorno de Machu Picchu, passamos o maior susto, pois nossas passagens haviam sido compradas erradas por nossa agência de viagens, e no horário que deveríamos embarcar em Ollantaytambo, estavamos em Aguas Calientes, por pouco, não ficamos presos em Aguas Calientes, encontramos um anjo, um atendente da empresa de trem conseguiu ajudarnos e conseguimos ir embora no mesmo dia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...