domingo, 17 de outubro de 2010

Expedição Inti & Killa II - Detalhes do planejamento e mapa final da viagem

Nesses últimos dias não pude publicar nenhum post por motivos de força maior, literalmente! Embora a gente tente levar o blog com uma certa regularidade, nem sempre isso é possível.

O último post tratava sobre a visita em Machu Picchu. Continuarei com mais alguns detalhes e fotos dos outros dias, porém gostaria de postar uma planilha e informações comparando o que foi planejado e o que foi realizado durante a viagem. 
A viagem planejada, entre ida e volta, percorreria um trajeto de 8.435 quilômetros, com uma média de 366,7 km/dia. Como uma das características das nossas viagens de carro é a programação independente e flexível, fizemos algumas alterações que resultaram em 8.413 quilômetros totais e média de 382,4 km/dia. São esses os valores finais de distância percorrida. Os valores estão muito próximos, mesmo com as alterações significativas que fizemos, tais como a redução em um dia de viagem e o regresso através da Bolívia, ao invés do retorno via Chile. Do que tínhamos pensado em visitar no Chile, Chuquicamata e Humberstone, deixamos para uma próxima. Não se encaixaram bem no trajeto, pois priorizamos o deslocamento até o sul do Peru no menor tempo possível, o que para nós ocorreu no início do quinto dia de viagem.
No Peru aproveitamos e visitamos tudo o que queríamos, inclusive com o acréscimo de duas ruínas sobre as quais ainda não falei aqui no blog. Acrescentamos um dia em Cusco e reduzimos um dia da visita em Puno, inicialmente prevista para dois, deixando apenas o tempo necessário para o passeio no Lago Titicaca. Foi uma boa troca em nossa opinião. O retorno via Bolívia também valeu muito, pois reduziu o trajeto em um dia de viagem. Salta, "La Linda", nossa conhecida de 2007, apresentou-nos os "Niños del Llullaillaco", que não conseguimos visitar anteriormente em virtude da eleição presidencial argentina, que terminou elegendo a Cristina Kirchner.
Sobre o consumo de combustível. Para rodar os 8.413 quilômetros da expedição, o "Tracker Chumbo" utilizou 783 litros de gasolina, fazendo uma média de 10,77 km/l. Após todas as conversões de moedas (real, dólar, pesos argentinos, pesos chilenos, soles e bolivianos!!!) resultou numa despesa de R$ 1.666,11.  Gastamos aproximadamente R$ 75,00 por dia para o abastecimento do jipe. Interessante é o ranking que fiz para os preços dos combustíveis. Considere isso no seu planejamento de viagem (valores médios, convertidos para R$/l):
  1. Brasil - R$ 2,69
  2. Chile - R$ 2,54
  3. Peru - R$ 2,18
  4. Argentina - R$ 1,95
  5. Bolívia - R$ 1,01.
Por fim, seguem a planilha que eu mencionei, comparando o planejado e o executado, bem como o mapinha com o trajeto completo da Expedição Inti & Killa II.






5 comentários:

André disse...

Olá amigos bela viagem. Parabéns

Achei excepcional o consumo da Tracker por ser uma camioneta, gostaria de receber informações sobre o trecho na Bolívia, não colocaram nada né? Deve ser o tempo. Esou planejando ir de automóvel pra lá também e qualquer ajuda nas informações será de grande valia.

Abraços
André

Carla e Élio disse...

Parabéns pela viagem... Curti cada momento. Em 2012 eu estarei andando por lá...
Bjs e boas viagens!
Carla
www.expedicaoandandoporai.blogspot.com

Evandro Colares disse...

Oi, pessoal! Grato pelos comentários. Ainda postarei informações da parte final da viagem. Semana passada tive dificuldades e não deu para postar nada. Abraços e obrigado por nos acompanharem!

Romulo disse...

Parabéns pelo Blog! O Troller fez uma média excepcional, hein? Estou pensando em comprar um Troller e fazer o mesmo trajeto porém... saindo de Floripa. Um abraço!

Evandro Colares disse...

Valeu, Romulo! Muito obrigado pela visita e volte mais vezes! O veículo na verdade é um jipe Tracker, OK?! Saudações!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...