terça-feira, 6 de outubro de 2009

Primeiros quilômetros na Carretera - 24/04/2009



Hoje a alvorada foi às 7:30. Ficamos bem instalados em Esquel numa confortável cabana, bem quentinha, e aproveitamos para descansar um pouco mais do que o normal. O dia prometia, pois hoje entraríamos no Chile e começaríamos a rodar pela famosa Carretera Austral. A expectativa era grande entre todos, pois estávamos chegando no ápice da viagem.
Em 2008, quando visitamos o Chile, resolvemos cancelar esse trecho de rodovia, pois os amigos que nos acompanhavam tiveram que voltar para o Brasil logo no início da Patagón III e ficamos sozinhos. Achei que era mais prudente aguardar uma outra oportunidade e cancelamos a Carretera. Na época ficamos "somente" na região dos Lagos! Agora estava para se realizar o sonho acalentado desde 2007.
Partimos de Esquel às 8:50, seguindo para a fronteira entre a Argentina e Chile, no Passo Futaleufú. Fronteira sempre causa um friozinho na barriga, pois normalmente os funcionários das aduanas não são nada amistosos e eu fico sempre preocupado. Mas fizemos os trâmites tranquilamente, e para contrariar a minha expectativa, os agentes de fronteira foram muito simpáticos e quiseram bater um papo conosco, perguntando sobre a viagem e inclusive dando umas dicas do que visitar na região! Vale a regra que toda a regra tem a sua exceção!

Seguimos em frente descendo a vale do rio Futaleufú na direção de Villa Santa Lucia. A estrada de rípio seguia serpenteando pelo vale, acompanhando o traçado do rio. O dia amanhecera nublado e as nuvens cobriam parte do cume das montanhas, mas a paisagem era muito bonita, de aspecto rural, e lembrando em muito os paredões dos cânions aqui no Rio Grande do Sul. Finalmente chegamos em Villa Santa Lucia e começamos a rodar os primeiros quilômetros pela Carretera. Foi uma festa, com muita comemoração e brincadeiras através dos rádios VHF, com cumprimentos mútuos entre as tripulações dos dois veículos. Mas nem tudo foi maravilhoso nesse contato inicial. Cheguei a ficar bastante decepcionado com o que encontramos pela frente! Muitas obras, e obras, e mais obras no trecho até Puerto Puyuhuapi. Depois dos dias maravilhosos nas lagunas Epulauquén e no sopé do Domuyo, decididamente, não era nada disso que eu estava esperando!


video

Um comentário:

Day by day disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...